Categoria: Dicas de Livros

Dica de leitura: Uma Carta para o Pirata

O Capitão Perna de Pau era um pirata muito temido. Mas uma carta o mudou completamente: tomou decisões importantes, aprendeu coisas novas, alterou a decoração do navio e influenciou seus marujos a mudarem também. O navio parecia outro!

Quem será que enviou a carta ao pirata? Leia o livro para descobrir! Não vamos dar spoiler, mas você vai se surpreender com o poder de influência dessa pessoa.

Se quiser, você pode adquirí-lo no site da Amazon, clicando aqui: https://amzn.to/3xKYR9b

Share

Atividade de Arte: Desenhando com os Dedos

A proposta do livro Desenhando com os Dedos, de autoria de Edward R. Emberley e publicado pela Editora Panda (2004), nos possibilita fazer muitos desenhos usando traços simples e a impressão dos dedos.

Excelente para as crianças pequenas, mas também recomendado para os maiores.

Desenho feito a partir do livro, por uma criança de 5 anos

É divertido e favorece o contato com a textura das tintas e com as cores. Também promove o desenvolvimento da criatividade.

Clique nos vídeos abaixo para ver mais exemplos de desenhos presentes no livro:

E, se quiser conhecer o livro, ele está disponível na Amazon. Clique no link a seguir para adquirí-lo: https://amzn.to/3IQRVti

Share

Dica de Leitura: Festa do Quitutes

Festa junina é uma das festas tradicionais que, além de ser muito alegre e colorida, é cheia de guloseimas. A autora Jane Prado, em seu livro Festa dos Quitutes, traz uma leitura cheia de cores, imagens e rimas. É uma leitura de fácil compreensão. E, além disso, ela dedica o livro para todos os cozinheiros e cozinheiras que preparam deliciosos quitutes com muito amor e dedicação.

Nessa festa junina, a diversão é dos quitutes. Mas quais quitutes estavam presentes na festa? Baixe o arquivo no link a seguir e descubra quem são os festeiros da vez: https://3d984763-62ca-4f1e-9479-cfa94b144379.filesusr.com/ugd/16300e_010fc5e8d5c14415aa4317ed7c8256ed.pdf

Share

Dica de leitura: Diário de Pilar na Amazônia

Pilar é a personagem principal deste livro e de outros, com outras localidades.

O livro é o diário dela contando a aventura que vivenciou ao embarcar na rede mágica com seu amigo Breno para ir atrás de seu gato Samba e se encontrar num barco navegando o rio Amazonas. Lá, eles fazem novos amigos e conhecem a região amazônica, tão rica pela cultura, pela culinária e pela natureza.

O livro é repleto de ilustrações e curiosidades. É uma leitura gostosa, que ensina bastante.

E, se quiser testar seus conhecimentos sobre a Amazônia, responda o nosso quiz, clicando aqui.

Share

Dica de leitura: Meu Crespo é de Rainha

Atualmente, cada vez com mais frequência, as pessoas afrodescendentes têm assumido suas belezas naturais, o que tem contribuído enormemente para as crianças a aceitarem e valorizarem também suas características.

Para ajudar nesse caminho de desconstrução de um padrão de beleza imposto pela sociedade – que até pouco tempo atrás era de pessoas loiras de cabelo liso – e de valorização da diversidade, sugerimos a leitura do livro Meu Crespo é de Rainha, da autora Bell Hooks.

O livro é de leitura fácil, com frases curtas – indicado para as crianças que estão se alfabetizando – ,mas que podem proporcionar uma visão positiva do cabelo das pessoas afrodescendentes.

Share

Dica de leitura: Eu, Tituba: bruxa negra de Salém

Eu, Tituba: a bruxa negra de Salem é um romance histórico, que une dados históricos do século XVII que ocorreram em Barbados e Estados Unidos e ficção. O livro conta a história de Tituba, uma negra, filha de escravizados em Barbados, que se torna órfã e é criada com uma cirandeira, que a ensina a arte de curar e fazer o bem para as pessoas. Sua história segue caminhos tortuosos e a leva à Salem, onde será tratada por bruxa.

Apesar da triste narração da história, comum a tantos negros escravizados (mas que vale muito conhecer), o livro é gostoso de ler. Super recomendo!

Share

Dica de leitura: A biblioteca da meia-noite

Imagine se você pudesse voltar e tomar uma decisão diferente da que tomou no passado e que se arrependeu?

A Biblioteca da Meia Noite conta a história de Nora, uma mulher de 35 anos que perdeu o emprego e o gato no mesmo dia e que tenta se matar por acreditar que sua vida já não tem valor. Ela, então, tem a oportunidade de experimentar outras versões de sua vida.

Uma leitura interessante, de ficção, diferente, agradável, que provoca reflexões importantes sobre a vida, sobre arrependimentos, escolhas e decisões, sobre a maneira como influenciamos e somos influenciados, sobre o potencial que temos e não nos damos conta.

Share

Dica de leitura: O menino, a toupeira, a raposa e o cavalo

O menino, a toupeira, a raposa e o cavalo é um daqueles livros com frases simples, mas que provocam emoções e reflexões profundas. Ele fala da vida, de amizade, de amor, de gentileza e coragem.

As ilustrações também conversam com o leitor e provoca sensações bem agradáveis, que encontram com as reflexões provocadas pela leitura do texto.

Leitura rápida e prazerosa, que vale ser compartilhada.

Share

Dica de leitura: Sobre a brevidade da vida

Sêneca viveu no início da era cristã (nasceu em 4 a.C.), mas sua obra Sobre a Brevidade da Vida encontra-se atual até os dias de hoje, pois trata da vida, da maneira como lidamos com ela e o motivo pelo qual a sentimos tão breve.

Ele afirma:

“Não é curto o tempo que temos, mas dele muito perdemos. A vida é suficientemente longa e com generosidade nos foi dada, para a realização das maiores coisas, se a empregamos bem. Mas, quando ela se esvai no luxo e na indiferença, quando não a empregamos em nada de bom, então, finalmente constrangidos pela fatalidade, sentimos que ela já passou por nós sem que tivéssemos percebido”.

Sêneca – Sobre a bervidade da vida (p. 2)

Para Sêneca, a forma de melhor aproveitar a vida é viver sem preocupações. Quando passamos o tempo com futilidades, dependendo de um vício ou ocupados com coisas que são mais para os outros do que para nós mesmos, a vida passa sem a sentirmos e, por isso, a julgamos breve.
Para ele, saberemos que a vida foi bem vivida quando, ao chegar próximo à morte, sentirmos serenidade e paz.

Share

Dica de leitura: A escola do Marcelo

Ruth Rocha traz uma leitura gostosa da rotina de aula de Marcelo e seus amigos, cercado de pessoas queridas, brincadeiras, aprendizado e curiosidade na escola desses personagens.

Destacamos um dos trechos do livro, que menciona que na escola a gente vai para aprender , sim! E muito mais: estimular o pensamento crítico, relacionar-se com as pessoas e, principalmente, se tornar agente transformador na sociedade.

No final do livro, você pode aproveitar os jogos e brincadeiras sugeridos ali. Vale a pena ler e conferir.

Share